Publicado por: goretef | maio 6, 2008

Crise de percepção

Alguns alunos solicitaram cópia da pintura de Salvador Dali, de 1937, apresentada em power point, no último encontro, em 29.04.08, sobre a qual teci as seguintes considerações:

Focalizando, em imagem duplicada, alguns cisnes nadam numa pequena lagoa cercada com uma ilha ao centro. Uns cisnes são bem definidos e nítidos, outros, em seu reflexo na água, distorcem-se e se assemelham a elefantes, entre outras visualizações possíveis, dependendo da percepção de quem vê/observa o quadro.

A imagem, vista como metáfora, é uma obra de múltiplos significados e um desafio à percepção. Sinaliza, para a turma, a possibilidade de desenvolvimento de um mundo cognitivo próprio, pessoal, criativo – produtivo e não reprodutivo – através das associações irracionais de S. Dali, cujas figuras, então supostamente representadas, poderiam variar conforme a percepção de cada observador.

A idéia é chamar atenção do grupo para a necessidade de uma nova compreensão da vida, que atualmente vivenciamos, e que depende da percepção que temos da nossa realidade. O quadro abriu a discussão sobre o tema “Teoria Sistêmica e Teoria dos Sistemas Vivos”.

A nova compreensão científica da vida no âmbito dos sistemas vivos e da biodiversidade (organismos, sistemas sociais e ecossistemas), baseia-se numa nova percepção da realidade. Precisamos perceber o nosso contexto, entender os problemas globais da nossa época (pobreza, aquecimento do planeta, superpopulação, extinção de animais e vegetais, violência, etc) – que não podem ser comprendidos isoladamente. São problemas sistêmicos, interligados e interdependentes.

Essas questões precisam ser examinadas como diferentes facetas de uma determinada crise que é, em sua maior parte, segundo Fritjof Capra, em “A Teia da Vida”  (1996), uma crise de percepção. Capra considera que essa crise de percepção “deriva do fato de que a maioria de nós, e em especial nossas instituições sociais, concordam com os conceitos de uma visão de mundo obsoleta, uma percepção da realidade inadequada para lidarmos com nosso mundo superpovoado e globalmente interligado”. E adianta que algumas soluções “requerem uma mudança radical em nossas percepções, no nossso pensamento e nos nossos valores.”

 

Ao longo da disciplina, serão estudadas outras imagens que serão disponibilizadas aqui, no momento oportuno.

 

Imagem: Cisnes que refletem elefantes, Salvador Dali, 1937.

Sobre a obra de Capra: A Inteligência Universal.

 


Responses

  1. Esse dualismo contido na imagem, alimenta nossa percepção; visto que como seres aparentemente restritos, não tomamos conta da grandiosidade do nosso tão perspicaz olhar…
    A nova compreensão científica vai além e realmente buscamos uma realidade (A nossa), só que não é bem assim. Gostei muito da exibição na aula de uma obra de Salvador Dali;; muito engraçada e muito intrigante.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: